Conhecendo os caminhos secretos do Magic Kingdom!

marcia-viagem-key

tour-bastidores-7Keys to the Kingdom Tour

Eu, Marcia a destemida, diria que muitas pessoas temem fazer esse tour para não quebrar a magia, mas discordo: só aumentou minha paixão, respeito e admiração pelo mundo Disney. E lá fui eu na minha folga conhecer a dimensão paralela do Magic K. Afinal túnel, subterrâneo, passagem secreta, truques, isso é comigo mesma!

Leiam e entendam os vários motivos:

O Keys to the Kingdom Tour  foi muito além de um tour pelos túneis subterrâneos, que aliás nem são tão subterrâneos assim, kkk. Pra mim, foi entender o que se passava na cabeça de   Walter Elias Disney e como ele era genial!

Marquei o tour para meu último dia em Orlando, no mesmo dia eu ficaria para a festa de Halloween (Mickeys Not So Scary Party) e assim já estaria por lá. O que eu não contava que seria no dia que o tornado passaria por Orlando! Confesso que fiquei na expectativa, pois estavam anunciando há 2 dias e o assunto na tv era 100% sobre o clima. Para minha sorte, Deus mandou o tornado na madrugada, mesmo assim, amanheceu chovendo, um tempo horroroso! Meu tour, graças a Deus, não era o primeiro, então liguei às 7h para o call center da Disney e me falaram que haveria sim e que a partir de 11h pararia de chover.

E lá fui eu, toda empolgada, mas com capa de chuva, guarda-chuva e ainda de quebra a roupa que usaria na festa de Halloween a noite! Dia planejado mesmo debaixo de chuva! Nada me deteria!tour-bastidores-4

Este tour era meu sonho de consumo há tempos, mas só pode fazer acima de 16 anos, e meu filho em janeiro ainda tinha 15, não pude fazer antes, quando surgiu a oportunidade de participar do FAM TOUR da RCA, não pensei 2 x: programei para ficar lá por mais uns dias depois do treinamento e realizar meu sonho! E claro agregar esse valor que o Disney deixou a todos, em nossos serviços! Aprendi bastante.

Cheguei com chuva e tive fotos bem fora do comum do estacionamento e trenzinho:

tour-bastidores-5O check in foi feito no Town Square Theater (logo no início da Main Street), quando entrei, nossos crachás estavam separados junto com uma garrafa de água e o aparelho de áudio que vem numa bolsinha com fones, usamos pois não é um tour para todos os visitantes ouvirem, fora que éramos 20 e os guias não iam ficar gritando pelo parque, né? rs

A guest member também me deu o cardápio para eu escolher o que gostaria de comer no almoço e pediu para que eu sentasse para aguardar. Pontualmente , a Sarah e o Michel vierem nos recepcionar, passaram algumas instruções, entre elas a maior de todas: não fotografar nada! Não fotografei nada durante o tour.

Eles começaram abordando os 4 princípios básicos, os pilares, as “Chaves” que eles usam pra tudo: cordialidade, eficiência, segurança e espetáculo. Tudo no universo Disney gira nesses 4 pilares, eles nos deram exemplos:

* Cordialidade – impossível não perceber no tratamento dos cast members com os visitantes, eles fazem tudo para que as pessoas se sintam bem, felizes e realizadas, saiam de lá com uma experiência única!

* Eficiência – A organização da filas, isolamento durante as paradas..

*Segurança – A tonalidade das ruas diferentes das calçadas para que as pessoas percebam o meio fio e não caiam!!!!!(nunca reparei isso!)

*Espetáculo – embora as vezes não percebamos, há música por todos os cantos, que mudam de acordo com a temática e muitas vezes não reparamos, mas sentimos a atmosfera envolvente!

tour-bastidores-9Ao caminharmos pela Main Street eles nos mostraram detalhes que quem passa por ali encantado com o castelo ao fundo não percebe: os prédios e o castelo foram construídos numa escala menor, criando uma ilusão que eles são maiores, se perceber o segundo e terceiro andar das casas são mais baixos! Na realidade são dois andares apenas! Muitos são usados como escritórios e não apenas cenográficos como pensamos. Eles nos fizeram prestar atenção como muitos parecem estar habitados: vêm barulhos, vozes, músicas de dentro deles! Passando pela Main Street direto, por ser barulhenta não prestamos atenção a estes detalhes, mas se entrarem em uma das ruas transversais sem saída, garanto que vão se surpreender!

Nas janelas tem nomes das pessoas que de algum modo participaram na criação dos parques e foram importantes na vida de Walt Disney, existem muitas homenagens ao longo da rua nessas janelas.

Como a Disneylândia fica numa área cara da Califórnia e por isso é bem menor (para terem noção, os dois parques e o Downtown Disney de Anaheim equivalem ao tamanho do Kilimanjaro Safari do Animal Kingdom, acreditam?),  queriam uma área enorme,que fosse barata, que tivesse clima favorável o ano inteiro, que não nevasse e assim, chegaram a Lake Buena Vista. Mas como eram conhecidos e famosos, não podiam revelar suas verdadeiras identidades para não inflacionarem.

Infelizmente em 1966 Elias Walt Disney morreu e seu irmão, Roy, levou adiante o projeto, inaugurando o parque em 1971. Três anos após a inauguração, ele veio a falecer, mas com certeza com gostinho de “dever cumprido”.

Dali, fomos em direção a ADVENTURELAND e é incrível ver como muda a temática, sonorização, assoalho (de uma terra pra outra, se vc observar é visível) e o mais mágico: de um determinado ponto em diante se olharmos pra trás,vc não vê mais o castelo! Rs…Realmente ali não existem princesas! Cada um no seu quadradado.

Eles nos explicaram que  atração ENCHANTED TIKI ROOM foi a primeira atração de animatronics (bonecos com movimentos conciliados a fala) e a princípio a idéia era ser um restaurante, porém depois decidiram ficar apenas com a atração mesmo. Fizemos um passeio técnico ao JUNGLE CRUISE, numa entrada VIP, sem filas, num barco só pra gente! Eles nos falaram de algumas curiosidades: que o barco não é dirigido, ele segue os trilhos, a pessoa que está a comando é um “ator” fazendo encenações e nos entertendo, que a maioria dos animais submersos só são finalizados na parte de cima, o que fica embaixo d`água são estruturas em ferro. A crina e o pelo dos animais animatrônicos são “de verdade” para darem o máximo de realidade possível.

Logo após, bem entre o PIRATAS DO CARIBE e a SPLASH MOUNTAIN, entramos num dos portais mágicos: uma parte dos bastidores onde ficam os carros das paradas, reservatório de água que alimenta a Splash Mountain e o cais de onde saem os barcos da parada noturna do lago Seven Seas. Aqui golpe de vista faz sentido!

tour-bastidores-1Ali tem um portão de madeira, entramos, quando você começa a caminhar, vê uma faixa amarela no chão: dali pra trás os carros ficam posicionados antes da parada começar e quem passa pelo parque não consegue ver nada! Incrível como eles tem esse cuidado!. Ilusão pra todo lado, no melhor sentido da palavra! Continuamos a andar, atravessamos o trilho do trem que fica dando a volta no parque e assim, começamos a visualizar o backstage. Eles nos explicaram que a maioria das estruturas dos prédios de bastidores são pintados de verde, justamente para se confundirem com as folhagens e não serem facilmente identificados. Ali não só pudemos ver todos os carros das paradas diurnas e noturnas estacionados já na ordem para saírem, como o sistema de bombeamento de água da splash mountain, como o sistema de lixo que é tratado, compactado e reciclado num sistema interessante a vácuo!

Uma curiosidade sobre os carros é em relação a quem pilota: existem graus de dificuldades e vão dos mais simples como a tartaruga ou caracol da Eletric parade, passando por alguns que são dirigidos sendo controlados por câmeras posicionadas nos carros até o carro da América da main Street parade que por ser extenso é o grau máximo de dificuldade, o piloto pode levar anos para chegar a habilidade de pilotá-lo.

tour-bastidores-10Em seguida, retornamos para a TOMOROWLAND onde almoçamos. Ao chegar no TOMOROWLAND TERRACE as mesas estavam arrumadas com as refeições e as plaquinhas com nossos nomes identificando nosso lugar, além de um mimo :  a chave do KEYS TO THE KINGDOM!!! Um broche fofo que vai ser guardado com muito carinho! O almoço foi super rápido : 30 min e bem básico, entretanto deu pra dar uma descansada e repor as energias!

marcia-viagem-3A próxima parada foi a HUNTED MANSION,  entramos pela saída onde os cast members ficam e os tours vips entram, um corredor bem assusadorzinho! Rs… Ali eles contaram algumas curiosidades da atração e falaram sobre a sala que antecede a atração (a dos quadros que se esticam, lembram?), parece um elevador e nunca sabemos se está descendo ou subindo. Na verdade é o teto que sobe, não saimos do lugar! A casa em si é uma fachada, a atração está num galpão e o jardim é deixado sem poda, para que dê a impressão de abandonado mesmo. Pudemos depois fazer a atração.

Caminhando em direção ao Castelo, paramos um pouco na área do file enrolados e nos mostraram detalhes da construção, como eles conseguem transpor cada detalhe dos filmes para aquele lugar. O castelo, boa parte é feito de fibra de vidro, mas olhando, temos quase que certeza serem blocos de tijolo ou pedra.

Finalmente fomos para a parte que eu estava mais anciosa para ver: os túneis subterrâneos! Entramos na loja da atração do PILHARMAGIC e bem ao lado do caixa, eles empuraram uma porta: era ali a entrada, parecia que estávamos descendo as escadas de um prédio e ao empurrarmos a porta, demos de cara com aquele mundo de corredores! Amazing! Pra quem acha que os túneis ficam nos subsolo, enganaram-se, eles estão no térreo, na verdade o parque que foi todo construído no segundo andar. Me achei o Agente 86!

Nos túneis encontra-se toda parte operacional do parque, ali ocorre desde a entrada dos funcionários, vestiários, abastecimento de lojas, restaurantes, escritórios, é dali que todas as compras que os hóspedes fazem nos parques e mandam entregar nos resorts são armazenados e distribuídas, Ship to the hotel, please. (minha frase predileta!). Enfim é o coração do parque, tudo acontece ali! No início cheguei a ficar baratinada de tanto carrinho estilo golf que transitam por ali, parece rua! kkk… As paredes são pintadas de acordo com a terra que vc está, por ex a FANTASYLAND tem as paredes roxas, assim vc se localiza melhor, fora os mapas que tem espalhados por todos os lados sinalizando onde você está. Vimos o elevador que leva até a cobiçada suite da Cinderela, é por ele também que a Fada Sininho sobe pra fazer sua aparição triunfal toda noite. Ela salta no andar da suite e ainda sobe uma escadinha minúscula e estreita para pular na hora do whishes. Tinker Bell seu segredo está seguro comigo!

Conheci um lugar bem curioso: o pin trade center dos cast members. Vocês sabem que todos os cast members tem pins que podem ser trocados com os visitantes, pois é, as pessoas querem os mais bacanas e muitas vezes “trocam” pins arranhados ou  quebrados. Ali existe um lugar que eles vão e pegam novos pins para que possam trocar com os visitantes, afinal de contas, todo mundo quer um pin bem legal pra trocar, né?

Bem, nosso tour acabou numa saida bem perto de onde começamos, aproveitei para tirar foto com meus guias, afinal, foi a única permitida!

tour-bastidores-3

Muitas pessoas me perguntaram o que achei e tenho algumas coisas importantes para dividir com vcs:

1)Preço: Com as taxas paguei USD$84 (tour com direito a almoço) , o pagamento é feito direto no seu cartão de crédito, mesmo que faça direto no hotel, esse é o único meio de pagamento aceito;

2)Precisa de ter ingresso do parque além de pagar o tour;

3) Só maiores de 16 anos podem fazer;

4)Tem que ter conhecimento muito bom de inglês pois são 5 horas de tour com muita informação oral,100% em inglês;

5) Reserva pelo telefone  (407)9398687 ou fazer direto num guest relations ou nos resorts,

6)São 3 tours por dia : 8:30h, 9h e 9:30H, pedem que vc esteja 15 min antes lá para pegar seu crachá, lemre-se que tudo em Orlando é longe, se vc não está hospedado no complexo, saia pelo menos 1 hora antes do hotel, pois vai ter que estacionar, pegar o trenzinho do estacionamento e monorail ou ferryboat para chegar até a entrada.

7) Todo tour é feito a pé, posso dizer que são 4:30H andando pelo parque e apenas 30 min sentados para almoçar, ou seja, bem cansativo!

8) Vale a pena? SIM! Mas sinceramente para quem já foi várias vezes, pois vc fica totalmente imerso no mundo Disney,na parte de curiosidades, funcionamento, não vai “brincar”em atração, portanto se é sua primeira vez ou já foi outras vezes mas não conhece 100% o parque,vai jogar dinheiro fora! É um tour que sai caro, pois além do tour,vc gasta 1 dia de entrada! Claro que se você está hospedado no complexo Disney pode aproveitar um dia de horas extras pra aproveitar um pouco o parque.

Sinceramente só as pessoas apaixonadas pelo universo e história da Disney ou trabalhe com algo relacionado,vai ser interessante. Pra quem apenas vê os parques como diversão, não recomendo!

tour-bastidores-8

 

CompartilharShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

2 thoughts on “Conhecendo os caminhos secretos do Magic Kingdom!

  • Por Márcia B - Reply

    Curti muito essa experiência. Obrigada. Fique a vontade para explorar o blog! Recheado de posts como esse!

  • Por Daniela - Reply

    Achei sensacional esta matéria!!! Deve ser muito interessante mesmo fazer este tour!!!
    Obrigado por dividir esta experiência tão gostosa com a gente!!!???

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>